Bye bye tamanho GG com Matheus Iorc.

8.8.13

     Continuando a série de posts sobre pessoas que travaram uma guerra com a balança e saíram vitoriosas, hoje apresento a vocês o Matheus Iorc, um jovem de 20 anos que assim como a Lívia Delise (confira a história dela NESSE POST) passou por uma radical mudança para chegar ao peso ideal.

O antes e depois do Matheus.

     Bom, quando eu era gordinho, ou gordo, como seja, obviamente eu tinha aquela preocupação com meu peso sim, mas nada que me deixasse de fazer outras coisas, pois me sentia normal comigo mesmo. Eu era uma pessoa feliz, sem muitas noias, ou queixas para fazer, o problema estava quando eu ia comprar roupa, que era um pouco constrangedor, mas tirando isso, eu me aceitava.
     Quis perder peso, porque sempre era muito vaidoso com outras coisas, e recebia comentários do tipo: ‘’Matheus tu é tão vaidoso, porque não se cuida? Chega a ser um crime, tão cuidadoso, mas tão gordo...’’. Digamos que não emagreci  por mim (em partes) , e sim pelos outros, para me aceitarem nos padrões de beleza e assim seguir vivendo uma  vida de magro,  e pra isso não medi esforços.

Há alguns anos atrás.

     Nossa, as dificuldades foram imensas,  acho que só quem passa por isso sabe.
     F-O-M-E foi isso que senti, sabe? Meu estomago parecia dar pinotes, pedindo algo que ele não tinha como digerir, fiz inúmeras dietas como a do Tic-Tac, leite, Tang, líquidos, proteínas,  Trident, gelatina, e até mesmo cheguei ao ponto de comer só gelo. A fome era constante no primeiro mês, mas depois me acostumei. Passava até 15 dias só almoçando, e assim emagrecendo de forma errada. Não procurei um especialista, meu nutricionista fui eu mesmo, ditei as minhas regras e fui secando, porque era assim que o povo me via, como um balão que tava se esvaindo. Era gritante, a cada semana eu emagrecia, emagrecia, e mudava mais, uma constante modificação. Fiquei magro e estável por uns 9 meses.
     Eu tinha esse medo de engordar de novo, sempre tive, tanto que me via gordo mesmo estando magro. Tive começo de anorexia, e o que um dia eu batalhei tanto e torci pra que não acontecesse, acabou se concretizando: o tiro saiu pela culatra. Deixei que a ação de outras pessoas atuassem em mim, assim ficando com a mente afetada e com mais noias surgindo todo dia, era ruim.

Com distúrbios alimentares.

     No começo, com uma guerra de pensamentos e opiniões em minha cabeça, deixei de ter aquele cuidado de parar de comer, eu simplesmente descontava  tudo na comida, e a cada dia que passava eu ficava mais triste e recuperava mais o meu peso.
     Consegui recuperar metade do que havia perdido em pouco tempo, e caindo numa solidão, e tristeza profunda. Passei sete meses em  casa, sem fazer muita coisa, somente vegetando, sem sorrir, sem sair, com medo dos olhares e reação das pessoas. O mundo é critico demais, ainda mais pra alguém que conseguiu emagrecer e não estava preparado pra ser magro, e acabou recuperando o peso de novo, então me fechei, e tive medo. Medo de ver conhecidos,  medo de ser taxado...  Nossa, chorei demais. Mas o maior culpado fui eu, e o mais cruel era lembrar de tudo, ver as fotos e me lamentar. O Iorc, tinha acabado tão rápido, da mesma forma que eu consegui minhas metas, elas foram tiradas de mim.  Mas como todo mundo chega no seu limite, eu cheguei no meu, e pretendo mudar, conseguir novamente meu ego, e minha auto estima, e dessa vez emagrecerei por mim e não pelos outros.  Sabe aquele ditado? Você só da valor as coisas quando perde? Nossa, nunca fez tanto efeito em mim.

Ao alcançar o peso ideal.
Matheus atualmente, após ganhar alguns quilos.

     Bem gente, esse depoimento é real. Atualmente, o Matheus está em busca de perder peso novamente, mas agora fazendo a coisa certa. Nos conhecemos há algum tempo e sempre o via em baladas. Sempre lindo, com um look de arrasar, não que isso tenha mudado, pois ele continua lindo e com bom gosto para se vestir, mas se é isso o que ele realmente quer, voltar a um peso ideal, torço por ele, afinal também passei por esse processo e sei bem o que tudo isso significa.
     Obrigado Matheus por ter aceitado meu convite e desejo-te o melhor, sempre, e juízo! Bem galerinha, esse é nosso segundo post sobre esse assunto tão importante e polêmico em nossa sociedade, e espero poder continuar tratando dele aqui, então fiquem ligadinhos nas próximas novidades. Abraços e um lindo dia!

Comente com o Facebook

2 comentários:

  1. eu simplesmente não entendo que lógica doente acha que alguém gordo não pode ser vaidoso, porque nesta lógica doentia e maldosa ninguém NO MUNDO pode achar alguém gordo bonito né?
    puta que o pariu.
    tenho pena do Mateus, a verdade é essa, não porque ele engordou de novo, mas porque ele não conseguiu ainda mandar esse bando de viado filho da puta arranjar uma trouxa de roupa para lavar e parar de se importar com o quanto ele pesa.
    espero que um dia ele entenda que ele é lindo gordo tanto quanto é lindo magro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é uma pena que o mundo sempre imponha esse padrão de beleza, e quando somos jovens, acabamos nos entregando a ele.
      O importante é que o Matheus agora está fazendo por ele, e da maneira certa!
      Obrigado pelo comentário, Foxx!

      Excluir

Então, gostou? Me diz o que achou.

Rede Socias

Sigam Nosso Facebook

Entre Eles - 2017 • Todos os direitos reservados • Host: Blogger • Desenvolvido por Quercio Santos
topo