Para ouvir do começo ao fim - Born To Die.

6.5.12

     Uma mistura de amor e melancolia, interpretados com indiferença e suavidade, é assim que defino o álbum Born To Die, da cantora Lana Del Rey, e este será o disco que vou indicar hoje aqui no blog.


     Born To Die é o primeiro disco oficial da cantora norte americana Elizabeth Woolridge Grant, conhecida pelo nome artístico Lana Del Rey, que é inspirado na combinação dos nomes da atriz Lana Turner e do carro Ford Del Rey.
     O disco foi lançado oficialmente em janeiro de 2012 e teve a música Video Games como seu single de estreia, que conquistou um respeitável sucesso na Europa, e alguns meses depois na América. Dando continuidade na promoção do álbum, Lana lançou a faixa homônima ao disco, Born To Die, com direito a um clipe melhor produzido que o anterior. O segundo single repetiu o sucesso do primeiro e ficou entre as 10 canções mais executadas nas paradas britânicas.
     Desde que passou a ganhar notoriedade na mídia, Lana tem sido apontada como uma das melhores promessas da música para os próximos anos, pois seu talento é inspirador, e isso pode ser captado na essência de suas canções. Born To Die foi muito bem recebido pela critica mundial, porém há quem não ache as performances ao vivo da cantora não tão cativantes como quando as músicas são interpretadas em estúdio, mas isso é somente uma questão de percepção e tempo, pois Lana aos poucos vem se mostrando uma leoa nos palcos.
     Realmente o estilo musical de Lana é incomum no cenário musical atual, mas isso não impediu que a garota conquistasse seu sucesso e tornasse seu álbum uma referência no cenário indie pop.
     O terceiro single do álbum é a canção Blue Jeans, uma das minhas preferidas, e o vídeo promocional dessa canção é algo que realmente nos envolve e apaixona. Ver a cena em que ela nada na piscina cercada por crocodilos foi uma das melhores coisas que vi nos clipes lançados nos últimos 10 anos.
     Considerado pessoal e sentimental pela própria Lana, Born To Die é um presente aos nossos ouvidos. Além das músicas singles, ainda há faixas como Dark Paradise, Off To The Races, Summertime Sadness, Without You e Radio que são memoráveis. O álbum é forte o suficiente para se tornar inesquecível e suave o bastante para nos fazer ama-lo, e é essa mistura de sensações que ele provoca que nos faz ouvi-lo repetidas vezes.

    Born To Die (live)
  

Blue Jeans (video oficial) 


Off To The Races (live)

Video Games (live)

Comente com o Facebook

2 comentários:

  1. ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii o melhor poste de seu bloggg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado Ayron, a Lana realmente arrasa!

      Excluir

Então, gostou? Me diz o que achou.

Rede Socias

Sigam Nosso Facebook

Entre Eles - 2017 • Todos os direitos reservados • Host: Blogger • Desenvolvido por Quercio Santos
topo