Bloco de notas - Suas lembranças.

3.3.12

     Não lembro quando foi a última vez que nos falamos, mas sei que nada ficou bem entre nós. Isso ainda machuca, mas estou tentando superar, afinal não quero ter lembranças ruins de você, nesse momento prefiro não lembrar de nada, assim a dor é menor.
     Ainda hoje recordo da primeira vez que te vi, faz tempo, mais de dois anos, mas aquela imagem me vem a cabeça como se tudo tivesse acontecido ontem.
     Tímido, com um olhar perdido, parecia estar desconfortável com tudo, mas eu, eu senti um calor aquecer meu peito, como se o sangue chegasse até ele numa temperatura acima do normal. Meus olhos não desviavam de você, mas tentei disfarçar, claro. Poderia ser absurdo sentir isso por uma pessoa que acabei de conhecer, mas foi um momento verdadeiro, inesquecível.
     Não estávamos a sós, um grupo nos cercava, e poucas foram suas palavras. Após aquele breve momento um abraço de despedida nos aproximou. Ao ir para casa pensei se iria te ver novamente, e por sorte isso aconteceu.
     Duas semanas após a primeira vez que nos vimos, estávamos lá, no mesmo local, no mesmo grupo e eu sentindo a mesma sensação. Você já não estava tão perdido, parecia mais a vontade, tanto que me surpreendeu e eu vibrei.
     Poucos dias tinham se passado do meu aniversário e sem menos esperar você me presenteou com algo que realmente me encantou, até hoje tenho esse mimo decorando meu quarto. Minha surpresa não foi com o presente em si, mas pelo fato de ser uma pessoa que pouco me conhece ter demonstrado algo que jamais esperava. Pronto, o melhor aconteceu.
     Após isso, não tinha um dia que não lembrasse de você, que não acordasse, olhasse para aquele presente e desse aquele leve sorriso, era como se estivesse sorrindo pra você. O tempo foi passando e mesmo sem nunca ter te sentido inteiramente eu tinha certeza de uma coisa, estava apaixonado.
     Você foi minha primeira paixão, sinceramente nunca tinha sentido algo assim por ninguém, mas tudo isso parecia fantasia, pois ao mesmo tempo que existia a ilusão alimentada, a frustração de tudo aquilo não ser ilusão me atormentava.
     Por vezes, parecíamos um casal. As saídas, as conversas, tudo que você fazia, principalmente o fato de me sentir especial com tudo isso, mas nada passava de fantasia, de uma grande confusão em minha cabeça, que mexia com meu coração.
     O tempo passou e todo esse sentimento me sufocou. Era tanto amor que não conseguia mais guardar isso dentro de mim, me declarei. Não foi uma, nem duas vezes, mas cada momento juntos era uma oportunidade de dizer o que sentia, mesmo que no final a decepção tomasse conta de mim.
     Passados quase 3 anos após a primeira vez que nos vimos, tudo está diferente, tudo parece distante... Como falei, não lembro quando foi a última vez que nos falamos, mas lembro quais foram suas últimas palavras. Você disse que estava cansado de tudo isso, que estava cansado de mim, e que precisava de tempo. Essas palavras foram cortantes, como uma faca que parte uma maçã ao meio. No momento faltou chão, ar, e as lágrimas secaram no meu rosto após adormecer lembrando disso. No outro dia ainda tentei falar com você, mas fui rejeitado. Alguns dias depois tentei novamente, mas de nada adiantou. Essa perda foi, e ainda é, difícil para mim, mas viver um amor não correspondido não faz bem a ninguém e hoje só me resta de você as lembranças.

Comente com o Facebook

6 comentários:

  1. eitah' Profundo como tem quer ser o AMOR!

    ResponderExcluir
  2. Paixão é assim, tirando as palavras que como você mesmo disse: "Foram cortantes".. restaram boas lembranças do que viveu, do que sentiu e que te faz ser o que é hoje.
    Adorei te conhecer um pouquinho mais por dentro Lu, parabéns e obrigada por dividir pedaços tão importantes da sua vida com todos nós aqui fora. Beeeeijosss e Saudades!

    ResponderExcluir
  3. Gostei de mais ... no 1° paragrafo senti como se eu tivesse escrito.
    Linda recordação.
    Sentimento forte ...
    adoro vim aqui, beijos!

    ResponderExcluir
  4. me senti a vontade de expor essa história, pois creio que é algo superado, algo que já passou, pois caso ainda sentisse algo, não teria a minima coragem de falar isso tudo. Fico feliz que tenham gostado, pois essas palavras são verdadeiras como o sentimento que um dia senti.

    ResponderExcluir
  5. Esquec eo que passou querido, as coisa acontecem não por acaso porém por ter que serem desta forma...a vida não acabou aí, tens uma história mais linda para se vive.Não vale a pena estar chorando pelo passado, viva o hoje e o agora, assim conseguirá ser feliz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. realmente é história passada baby, o lance é olhar pra frente!

      Excluir

Então, gostou? Me diz o que achou.

Rede Socias

Sigam Nosso Facebook

Entre Eles - 2017 • Todos os direitos reservados • Host: Blogger • Desenvolvido por Quercio Santos
topo